top of page

Carta de Amor a Bobbyzinho

Ainda me lembro como se fosse hoje.


A primeira vez que te vi, todo encolhido e sujo, pensei como iria te receber em casa. Ainda meio incrédula, andei contigo sempre no meu colo, pertinho do meu coração. Um bom banho, e me apaixonei perdidamente.


Foi sempre meu companheiro, e cresceu acompanhando a minha trajetória de vida com olhos que me encaravam em silêncio, demonstrando amor infinito. Muitas vezes eu chorei, e te via e sentia bem pertinho de meu corpo, transmitindo-me calor para aquecer meu coração então despedaçado.


Bem ativo, me recebia alegremente na volta para casa, pulando à minha volta como se eu tivesse ficado longe de casa por dias ou semanas - mas foram apenas algumas horas, ou minutos.


Acompanhou-me quando mudei de país, e foi uma luta burocrática te trazer com tua companheira, que me trouxe muito estresse. Mas te vi forte, resistindo ao frio da chegada, e ao ambiente hostil. Jamais te deixaria para trás.


Os anos foram passando, e te vi perder a jovialidade, a energia de sempre, o vigor físico. Quase cego e surdo, começaram a parecer caroços na tua pele alva, e convulsões que ficaram mais frequentes e longas. Numa destas crise, apliquei massagem cardíaca e "boca a boca". Os gritos antecedendo estas crise me davam crises de ansiedade e pânico. Um aviso de ques teu corpo estava desistindo, e eu tinha que aceitar a realidade. Foi muito duro pensar em me deapegar do meu companheiro de 23 anos de jornada.


Foi muito doloroso te ver partir, mas fiquei ao teu lado até o fim, com palavras de conforto e promessas de um reencontro, um dia, no além-vida.


Você foi o meu primeiro amor canino, Bobbyzinho. Outros se seguiram, mas aquele amor foi especial, naquele estágio da minha vida, onde muitas mudanças ocorreram.


Escrevo esta carta com lágrimas jorrando pela minha face, relembrando na minha memória os bons momentos que passamos (e os ruins, também), sempre juntinhos.


Para ti, o meu amor incondicional e eterno.














 

Gattorno Giaquinto

#45: Dia Mundial do Amor

GIF f\do Wix

Recent Posts

See All

2 Comments


Lembro dele... Me confundiu com vc, pulou no meu colo. E eu morria de medo de cães ..mas não tive, dele 😉

Like
Replying to

Insubstituível, mesmo após todos pets que tive e ainda tenho😞

Like
bottom of page