top of page

Um ano de sentidos

Adeus ano velho... Feliz ano novo!

Que haja sóis em dia de chuva

Que haja barulhos de onda quebrando nas rochas

Trazendo frescor da manhã e cheiro de paz

Nos cantos alegres de Yemanjá


Que haja esperança pra esse povo que sonha

Esse Brasil que tanto batalha,

Mas padece a mercê

De um sistema que não olha para o pobre

E não batalha pelos injustiçados


Que haja sonhos despertados

Ainda que dormentes na maior parte do tempo

O povo trabalha tanto que esquece de sonhar

O povo sofre tanto que não há espaço pra sonhar


Um novo ano, uma nova esperança

Sonhos novos, talvez!

2024, com comida no prato, com dinheiro no bolso

E alegria nos lábios


De 2023, trago os novos amigos conquistados,

As trocas de amor que vieram com as leituras e escritas

As dívidas parceladas no cartão de crédito

E a lista de desejos adaptadas do que não cumpri


A vida é breve!

Que não nos falte o privilégio do viver, de cada dia...

Nem tudo é perfeição!

Há pedras no caminho, dê sentido a elas

E siga o caminho!






Recent Posts

See All
bottom of page