top of page

Cidade Maravilhosa

Que dias deliciosos aqueles, quando fomos passar as férias de verão na praia! Um calorzinho tão agradável no Rio de Janeiro. E em janeiro! Quem falava em altas temperaturas e aquecimento global devia estar mesmo louco! Mas isso é coisa do passado, claro. Tão fresquinha essa cidade! Minha avó diz que nem sempre foi assim, aliás, diz que era muito diferente antes, um calorão de matar!

           Eu duvido  comentei com o meu primo.  A vovó tem cada uma!

           Liga, não,cara. Ela tá velha   disse ele. 

        Era muito fácil acessar a praia e qualquer ponto turístico do centro da cidade. Placas e informações pra tudo quanto era lado. O trânsito fluía com absurda tranquilidade, porque a maioria das pessoas preferia se locomover a pé ou usando bicicletas, patins e skates. Ciclovia por todo canto. Mas a minha avó falou que, antigamente, as ruas do centro eram tão cheias de carros, motos e ônibus, que os pedestres ficavam sem ter como atravessar. Havia até sinais de trânsito para organizar a confusão. Ainda falou que era assim em vários lugares! Usavam uma tal de gasolina nos veículos, uma espécie de combustível fóssil. Gasolina e diesel.  Sei lá que porcaria é essa! Mas imagine a confusão! E a poluição!? 

     — Essa nossa avó não tá fácil! — Meu primo riu

              Ah, mano, ela tá delirando. Acho que é a idade…

            E além de um passeio muito lindo, a segurança é total. Absurda mesmo! Andamos pra lá e pra cá, pra cima e pra baixo, usando nossas jóias e aparelhos tecnológicos de última geração. De noite, de dia, em todos os lugares. O povo não dava a mínima pra nada disso! Aliás, carioca é mesmo de boa, tranquilão, paz e amor, cada um na sua, viver e deixar viver e essas coisas.  Mas, imaginem que, quando contamos para a vovó sobre as nossas  andanças despreocupadas, ela ficou impressionada, dizendo que nós nos arriscamos muito e que podíamos ser assaltados, afinal sempre pode haver alguém mal intencionado. 

Assaltados, cara! Ela disse isso! Acredita!?

 Quê!? Tá brincando!? Coitadinha…

           Mas, sabe de uma coisa? A gente aqui em casa conversou, conversou e decidiu que não vai voltar ao Rio nas férias do ano que vem. Não é por nada, não. Foi tudo muito bom. O Rio é lindo. Não tivemos problema nenhum. Tudo correu muitíssimo bem. E foi justamente essa ausência de imprevistos que nos aborreceu. Nenhuma aventura, adrenalina sempre baixa, nada de aborrecimentos, nem um sustinho sequer. Tudo muito dentro da programação, muito certinho e tal. Ah, sinceramente, foi tranquilo demais…

      — Poxa! — queixou-se meu primo. — Já não bastava a cidade ser maravilhosa? 

            — ⁠Pois é! Precisava ser perfeita também?


6 views2 comments

Recent Posts

See All

2 Comments


Utopia né?....Rio tranquilo 🤭🤭 maravilhoso, ok. Perfeito...poderia., quem sabe um dia? Gostei rs

Like
Replying to

Obrigada.

Na verdade, o Rio é uma cidade lindíssima, um povo muito trabalhador, simpático e hospitaleiro. Mas, infelizmente, com os mesmos problemas dos grandes centros urbanos. E, ainda assim, continua cada vez mais maravilhosa!


Like
bottom of page