top of page

Re(Vi)vendo

Quando me tornei invisível?

No dia que recusei seu pedido?

Qual foi?

No dia em que aceitei seu beijo?

Recusei.

Ou quando atravessei seu caminho,

Como um gato negro.


Adormeci, jovem,visível.

Acordei na invisibilidade.

Se envelhecer me deixou (in)vísivel,

Não vou discuritr.

Com o tempo, não posso discutir.

Não posso brigar.


O tempo passa, e nesse passar fica o aroma

Nostlagia, saudade

Como o vento da madrugada de verão.

A brisa suave e doce.


Quando foi que me perdi nesse tempo?

Se é que me perdi

Ou o tempo se perdeu em meu corpo?


Ou o tempo é a capa da invisbilidade?



Stela Alves

09/11/23









15 views1 comment

Recent Posts

See All
bottom of page