top of page
AD.png

Duas Naturezas - Parte 2 (ela)




Como sabe meu nome e de onde surgiu?

Escuto sua voz em minha mente

Invadindo meu consciente

Sequestrou-me e depois sumiu

Estamos agora frente a frente

Como é capaz de me reconhecer?

Nunca antes te vi

Lastimável ser

Fala-me de promessa

Fala-me de caminho

O tempo está se esvaindo?

De tantas perguntas só mais essa dupla:

Quem é ela capaz de me curar?

Por quê sinto que estou caindo?



 

Um breve poema sobre a parte dela em "DUAS NATUREZAS" por que toda história de amor tem duas perspectivas. Clique no botão para ler:




0 comentário

Posts Relacionados

Ver tudo

Comments


bottom of page