top of page

Um Dia de Cão, Outros...de Corno


Fantasia de homem com chifres
Em fantasia de carnaval, tudo pode...

Figura de uma comicidade ímpar, Ricardo se via como o gostosão irrecusável que fazia a fila das mulheres andar. E sua fila também andava. Rapidamente.  Relacionamentos com prazo de validade: máximo de seis meses para ser consumido, ou estragava. Perdia o gosto como doce comido todo dia.


Tentava participar do bloco de carnaval mais famoso da pequena cidade onde morava. Pra entrar, só homens. Passou por uma seleção especial, que incluía pagamento de taxa mensal de doze meses, antes da entrevista. O tema da fantasia, único para todos, era escolhido por uma comissão especial composta por mulheres da cidade. Sem devolução do dindin, caso não aprovado. Sua entrevista foi feita numa cabine especial, sem visualizar as entrevistadoras. Aprovado, logo receberia o tema da fantasia.


Tranquilo, já tinha experimentado vários temas de fantasia esdrúxulos. Quando recebeu o tema que teria que criar, quase desistiu. Putz, não vai dar pra encarar essa! Onde vai ficar meu orgulho? Corno. Fantasia de corno. Sentiu a masculinidade testada. Os únicos chifres que aceitara usar sempre eram encarados com uma visão diminutiva, divertida, que servia de anzol para a sua lista numerosa. Ô esse diabinho lá em casa! Meu inferno lhe espera...vamos arder juntinhos!


Chifres de corno marcariam pra sempre. Ninguém esqueceria. E seria chacota da turma. Viraria piada desistir por uma fantasia tão ... idiota. E não tinha nenhuma ideia original. Em pesquisa, para ser corno era só ter chifre. Pra ele, usar chifre sem se vestir de diabo era inaceitável. Macho bom não vira corno. Pode ter barriga, ser careca. Mas chifres de traído? Nunca!  Argumentava com seu ego garanhão.


Mesmo solteiro por opção, como dizia a todos, nunca cogitara ter sido traído pelas ex-namoradas. Já ele ... sempre escapulia de enroscos. Não era a toa que seu apelido, entre elas, era sabonete francês. Não se trata de você, o problema sou eu. Você merece alguém especial, era o chavão de sua despedida à francesa.


Não queria chamar atenção, como os cornos da vida real. Acreditava na lenda que diz que onde tem fumaça há fogo. Não podia ser original demais nem se expor, para não acharem que sabia o que é ser chifrudo. Perguntou aos amigos mais íntimos como seria uma boa fantasia de corno, e só arrancou deles piadas.


No dia do desfile, saiu de sua casa com máscara, chifres e vergonha. A desistência chegava à porta e voltava. Era questão de honra enfrentar. Seria corno só por umas horinhas, e logo estaria se vangloriando pela participação no bloco mais famoso da cidade. E esqueceria.


Chegou em cima da hora ao local. Encontrou uma multidão de palhaços criativos. Ele, o único chifrudo no bloco. O bloco era aquele, as pulseiras indicavam. Deslocado, foi tirar a limpo com a comissão organizadora, reunida no coreto da praça. Suportou heroicamente as piadinhas do trajeto até chegar perto da comissão. Que corninho simpático ...assumido? Manso? Está doendo? Quer um remedinho?




A comissão se diferenciava pela fantasia, as Meninas Superpoderosas. A presidente, de costas pra ele, logo que sentiu a mão em seu ombro, se virou. Ricardo deu um passo pra trás, quase caiu. Era uma ex-namorada, a filha caçula da prefeita da cidade, que lhe dera um fora antes do prazo de validade das regras dele. Ela o tinha “descartado” exatamente quando ele começou a pagar a taxa de inscrição para o bloco, no ano anterior. Na comissão, todas eram suas ex-namoradas.


Nocauteada pelo olhar disparado pelas Meninas Superpoderosas, sua masculinidade obteve respostas que não procurava. O único corno desinformado do bloco. Da cidade. Que foi saudado com trilha sonora que a banda imediatamente começou a tocar, na apoteose da descoberta.




 

Goretti Giaquinto

Desafios #40 a 44 – Desafio de Carnaval

Tema: conto de carnaval de humor ou erótico

Imagem IA gerada na DALL-E 3, trabalhada no Canva e no WIX

Música dos Mamonas Assassinas, obtida no YouTube ( https://youtu.be/1KAA_XkfESE?si=fBG8T6b1wtJiQJB1)





Recent Posts

See All

댓글 4개


Eu amaria estar no comitê onde alguns ex estivessem participando…

좋아요
Goretti Giaquinto
Goretti Giaquinto
2월 15일
답글 상대:

Quem não? 🙄🤭

좋아요

Cátia Porto
Cátia Porto
2월 15일

Fico só imaginado a cara das ex-namoradas traídas diante do "corno oficial" do bloco. Boa!


좋아요
Goretti Giaquinto
Goretti Giaquinto
2월 15일
답글 상대:

Um dia da caça, outro do caçador...dia de vingança rs😉

좋아요
bottom of page