top of page
AD.png

Role Models x Influencers: Batalha do Século 21


(Referência de Imagens: MÍdia do Wix)


Gente, o que é um ou uma Influencer?


Fui pega de surpresa esta semana quando uma amiga me disse acompanhar uma, no Instagram. Como não sou de postar ou acompanhar pessoas nos grupos sociais, pesquisei o significado da palavra perguntando na própria fonte, os dicionários-ambulantes da internet: os mais jovens da geração pós-pós-pós Baby Boomers.


Não satisfeita com a explicação, resolvi pesquisar e conclui que o termo "Influencer" seria o equivalente ao velho e bem posicionado "Role Model", um modelo de pessoa a seguir. Alguém que almejamos ser um dia, com destaque na nossa profissão ou vida pessoal. Que adquiriu conhecimento de vida e experiência suficientes para ser nossa estrela-guia pela vida afora.


Só que, na minha concepção da palavra, o termo "Influencer" não tem nada a ver com "Role Model". Influencer é alguém que os mais jovens seguem, sim, mas por um motivo bem aquém do nobre papel do Role Model. Um modelo mais para ser propaganda de marcas de fashion, opinando sobre coisas sem evidência – como médica, favoreço fatos baseados em evidência. Para os tais "Influencers", conhecimento profundo não é pre-requisito. E quanto mais seguidores e/ou followers a pessoa tiver, mais superficial o assunto parece ser.


Ser um "Role Model" virou coisa do século passado. Ser um "Influencer" dá prestígio e dinheiro nas redes sociais, substanciado pelo marketing das marcas apresentadas. Uma geração inteira parece que naufragou com o Titanic – será que algum "Influencer" sabe o que foi o Titanic?


A grande batalha do século 21 entre Influencers x Role Models parece ter um vencedor. Deu vontade de sair às ruas e gritar: morte já aos Influencers! Viva aos Role Models!


Seria, provavelmente, internada num hospício, com grande repercussão nas redes. Pelo menos teria alguns likes. Ou não?





 

Gattorno Giaquinto


Desafio #158/365: Ouvidos Atentos


  1. Escreva uma crônica de no máximo 1500 caracteres sobre um assunto ou situação que você escutou ou vivenciou nas ruas nesta última semana;

  2. A crônica deve obrigatoriamente conter três elementos específicos, que são: Um lugar + Pessoas (que não seja você) + Tom cômico;

  3. A crônica deve terminar de forma aberta, deixando uma questão ou situação sem resolução clara, incentivandoa imaginação do leitor sobre o desfecho da história.


O objetivo deste desafio é criar uma narrativa envolvente e coerente dentro das limitações propostas, estimulando a observação, criatividade e a habilidade de improvisação e reflexão dos escritores.

Posts Relacionados

Ver tudo

留言


bottom of page