top of page

Pandemia Poética, por Matriarcak


É necessário!


E por isso estamos impedidos de circular, aglomerar, abraçar ou beijar.


Pegar no colo, visitar e encontrar...


Mas me diz, até quando isso tudo vai durar?


Abrir a janela e não poder respirar?


Os tempos são outros, mas os dias, iguais

Vivendo a guerra e pensando na paz.


Mas aqui de onde eu venho a rotina não muda.


Vai pro trabalho, mas perde a consulta.


Acorda bem cedo a Dona Maria, se expondo ao vírus antes do meio dia.


Que pra não faltar nada ela não diz não, com as contas atrasadas cheias de prestação, indo limpar a casa do patrão, mas na dela não tem nem água e sabão.


"Fica em casa", foi o que eles disseram


A solução é trabalhar em home


E o ditado que noiz já conhece:


Se sair o vírus pega, se ficar morre de fome.


Use máscara, use álcool, e evite aglomeração.


Diz isso pra quem volta às 5 da tarde em pé dentro da condução.


Brasil, meu Brasil brasileiro. Idólatra estrangeiro. Vou recitar-te nos meus versos.


Pra registrar que um filho teu não foge à luta.


Mas que me ouçam dizer que o povo heroico, brado e retumbante está morrendo.


Teus risonhos, lindos campos têm mais flores porquê é noiz que cuida.


Se protegendo todo dia com sal grosso e pé de arruda.


Eu peço axé e força pra seguir. Nada mudando e eu sempre pensando se vou conseguir.


É Criolo, aqui noiz também toma café sem pão. E ontem, morreu mais uma vizinha.


Mais uma mãe, mais uma avó, mais uma tia...


E o presidente da República dizendo que: "É só uma gripezinha”.


Tem que cuidar da economia, e o povo na cilada.


E se a patroa pega o vírus, a culpa é da empregada.


E não reclama, viu?!


Noiz num respira já faz tempo! Antes mesmo disso tudo, e nem falo de oxigênio.


E olha eu aqui, cansada. De tentar mudar o mundo e só receber pancada.


Eles de armamento pesado, eu de armamento letrado e infelizmente nessa guerra, noiz já sabe o resultado.



Matriarcak é má influencer, comunicadora, poeta, produtora, roteirista e CAMPEÃ SLAM SP 2020.


Ela faz parte do grupo de negritudes do projeto É DIA DE ESCREVER.


Você pode seguir ela lá no instagram @matriarcak

Recent Posts

See All

3 Comments


Maria Clara Martins
Maria Clara Martins
Apr 23, 2021

Pesaaado, arrasou nas palavras Matriarcak, parabéns!

Like

Ale Monteiro
Ale Monteiro
Apr 21, 2021

Escrita tão potente que é quase mágica nos seus encantos! Gratidão pela fala carregada de cotidiano! 😍

Like

Goretti Giaquinto
Goretti Giaquinto
Apr 21, 2021

Senti todo o ritmo da música de fundo, nas palavras e rimas...

Like
bottom of page