top of page

Descrevendo Espaços, por Mendes Moreira


O meu banheiro é pequeno e revestido de pisos brancos quadriculados que vão do chão até o teto. Os itens que o compõem como a pia e o vaso com caixa traseira acoplada são na mesma cor. Os suportes para toalhas e demais utensílios são encontrados na cor

prata. Outros elementos, como lixeira e cesto de roupas são de cor preta e tamanho pequeno para melhor aproveitamento do espaço.



A primeira coisa que se vê ao abrir minha janela é o amplo e tranquilizante verde, circundado por árvores de tamanho e aspecto variado, que dançam divertidas lá ao longe conforme a força do vento busca brincar com elas. Vê também alguns cavalos que pastam

tranquilos naquele resquício de natureza que a vida urbana ainda não conseguiu suprimir.

Lá embaixo, se vê várias casas de tijolo baiano aparente, sem aquela beleza que se encontra nos bairros mais chiques da cidade, e as quais refletem a condição das famílias que residem ali - criadores de cavalos sem condições econômicas significativas.



Mendes Moreira é participante do Grupo de Negritudes do projeto É DIA DE ESCREVER.


Você pode conhecê-la um pouco mais em seu instagram @danny_2john

Recent Posts

See All

Comments


bottom of page