top of page

A Vida é Uma Aventura, por Clara Corrêa

Dia de São João, 24 de junho, do ano de 2005 foi quando eu nasci, Clara. A mãe artista e o pai engenheiro, e a família em geral sempre alegre e divertida. Nascida e criada no Brás, centrão, isso me rendeu muitas idas na 25 de março e no museu catavento, arquiteturas hostis, vai e vem dos ônibus e vista inundada de prédios e poluição.


A arte foi muito presente na minha infância, com idas a eventos culturais desde muito nova, oficinas, contações de histórias, peças teatrais. A curiosidade e o incentivo dos meus pais - principalmente da minha mãe - me levou a fazer aulas de teatro, na minha escola mesmo, durante um tempo minha mãe foi minha professora. Essa experiência me abriu portas e visão para outras linguagens da arte, comecei a tocar violão e cantar - ou pelo menos tentar. Em 2018 um professor muito importante na minha vida me apresentou o mundo do slam, mostrou algumas referências que me inspiraram - e ainda me inspiram - a fazer as minhas poesias, hoje em dia é algo de muito peso para mim e por isso tento apresentar esse mundo para meus amigos e familiares, acredito que a poesia é uma porta de entrada para reflexões de extrema importância para a sociedade atual.


Minha vida acadêmica é meio insuportável de certa forma, a menina com notas boas que a maioria dos professores ama e que tem uma boa convivência com todos, com algumas conquistas em olimpíadas. Em 2019 passei no Liceu de Artes e Ofícios de São Paulo, o que alegrou eu e meus pais, afinal, é uma ótima escola e com bolsa integral. Lá faço ensino médio técnico em multimídia, o curso é incrível, e as pessoas que conheci mais ainda.


Acho que deu para perceber a importância da arte em minha vida, mas minha verdadeira paixão é o esporte. Sempre estive ligada com o futebol, meu pai é goleiro por diversão, acompanhava bastante o meu time, e desde pequena fazendo alguma atividade física. Na mesma época em que comecei o teatro entrei no vôlei e no handebol da minha escola, eu comecei a sentir muito gosto por aquilo - principalmente pelo vôlei- e em 2019 tive uma oportunidade de entrar em um clube, fui fazer despretensiosamente a peneira e passei, um passo importantíssimo. Com isso me tornei atleta de vôlei e cada momento em que estou em quadra me apaixono mais. A emoção e a energia do esporte me fascinam e cada dia eu tenho a certeza de que é isso que eu quero para minha vida.


Hoje, um dos meus maiores sonhos é me tornar atleta e instrutora de paraquedismo. É uma longa caminhada, para alguns é até loucura, mas a ideia de voar, sentir a energia da natureza e proporcionar isso também para outras pessoas me encanta!


São 15 anos cheios de alegria, amor, aventura e claro, algumas situações ruins ou desagradáveis, afinal somos humanos e a vida de ninguém é perfeita. Mas ainda há muitos objetivos para alcançar. Estou sempre em constante evolução e aprendizado, experimentando um pouco de tudo e filtrando o que vou absorver, quase sempre disposta a aprender e trocar ideias e energias. Acredito que a vida é uma aventura e quero aproveitar cada segundo dela, chegar aos meus sonhos e objetivos é importante, mas o caminho é a maior parte e sinto que devo curtir, caminhando no meu tempo sem pressa de chegar ao fim.



Clara Corrêa é atleta, canceriana e integrante do Grupo de Jovens do projeto É DIA DE ESCREVER.


Quer trocar uma idéia com ela? Segue lá então @maasclara

Recent Posts

See All

Comentarios


bottom of page